Uma nova geração de designers brasilienses aposta em moda festa

Uma nova geração de estilistas tem chamado atenção na capital. Conhecidas pelo estilo pessoal e olhar feminino, as fashionistas brasilienses têm criado uma cena original e voltada para o segmento de festa.

Em comum, elas apostam em modelos sob medida, atendem aos mais diferenciados gostos, shapes e ocasiões, e têm as redes sociais como vitrines.

Sejam as curvas sinuosas de Oscar Niemeyer que as inspiram ou a série de eventos os quais frequentam, elas são as melhores modelos de suas próprias marcas. Confira os talentos que têm ganhado mais destaque em Brasília:

Luisa Farani

Felipe Menezes/MetrópolesFELIPE MENEZES/METRÓPOLES

A estilista Luisa Farani é uma das pioneiras neste universo. Filha da embaixadora Maria Nazareth Farani Azevedo e do diretor-geral da Organização Mundial do Comércio, Roberto Azevedo, Farani é conhecida por seus vestidos com modelagem ampla, corte impecável e estilo minimalista.

“São peças práticas, mas longe de serem banais”, garante a estilista, que tem mestrado na Polimoda International Institute of Fashion Design & Marketing, em Florença.

Em 2016, a primeira-dama Marcela Temer usou uma peça da estilista para o desfile do Dia da Independência. Além disso, Farani foi eleita pela Vogue como um dos dez novos talentos do Veste Rio.

 

Priscilla França

Priscilla França é conhecida por seu estilo boho e vestidos fluidos. Em longos monocromáticos, sobretudo numa paleta de tons suaves, a brasiliense adora cortes e recortes inusitados, além de volumes amplos.

Adepta do slow fashion, movimento que preza pela sustentabilidade da moda, França usa materiais naturais como seda pura e chiffon e busca conforto em suas criações. “A minha roupa não tem prazo de validade. Busco oferecer um novo luxo, sem pretensão”, diz.

Debora Mangabeira

Bruno Pimentel/MetrópolesBRUNO PIMENTEL/METRÓPOLES

Baiana de nascença e brasiliense de coração, Débora Mangabeira radicou seu ateliê em São Paulo. Lá, além das suas peças em tricô, oferece o serviço de Made To Measure, no qual aposta em seu estilo jovial e sensual, destacando ombros e pernas.

“São Paulo é o centro da produção de moda e onde tudo acontece. Não me veria em outro lugar do Brasil”, diz.

Em seu ateliê, o estilo artsy da estilista é visto logo na entrada com a obra de Marcos Baru. Foi ele quem assinou a primeira estampa de Mangabeira e colore o espaço de 50 metros quadrados na Alameda Jaú.

Deb, como é chamada pelos amigos, assinou seu próprio vestido de casamento, e o de várias de suas madrinhas jet-setters, como Bela Lima e Camila Faro Castro. A experiência a inspirou a criar o segmento DM Bridal para noivas leves, descomplicadas e cheias de bossa, como ela.

Amanda Guerra

Giovanna Bembom/MetrópolesGIOVANNA BEMBOM/METRÓPOLES

Outra que invadiu o mercado de casamentos foi Amanda Guerra, que aprimorou sua pesquisa no Instituto Marangoni de Paris e lançou sua primeira coleção voltada com exclusividade para o altar e fotografada na Cidade Luz, em 2016.

Ela já havia assinado os vestidos de casamento de diversas brasilienses, quando decidiu criar seu próprio modelo. Foram quase quarenta metros de renda chantilly usados para a suntuosa cauda branca.

“Foi uma experiência maravilhosa. Além de poder desenhar o meu vestido dos sonhos, tive o privilégio de poder fazer prova dele todos os dias”, brinca a estilista, que instalou seu ateliê em uma área reservada da residência de seus pais, no Lago Sul.

Em seu acervo de tecidos, uma curadoria das rendas usadas por Elie Saab e Zuhair Murad, razão pela qual it girls como Tayane Canhedo e Maria Victoria Salomão irão desfilar seus modelos no Réveillon, nas areias de Trancoso.

Lucila Pena

Felipe Menezes/MetrópolesFELIPE MENEZES/METRÓPOLES

Lucila Pena tem em seu DNA a sensualidade feminina da década de 1950.  Seus modelos têm um toque retrô que destaca lindamente a cintura. Tecidos levemente metalizados aplicam textura aos vestidos românticos criados pela mineira.

Com uma paleta de tons suaves, Lucila aposta na mistura boa de rock & roll  e je ne sais quoi  despretensioso. Indicado para mulheres autênticas e seguras de si.

Priscila Freitas

Priscila Freitas é o nome por trás da Carpe. A estilista tem formação em marketing pela paulistana ESPM, mas a paixão por moda vem da infância. “Minha avó criava vestidos de gala e de noiva que eram verdadeiras obras de arte”, conta.

Após temporadas em São Paulo, Londres e Barcelona, a designer retorna para Brasília, onde lançou seu próprio ateliê. No espaço recém-inaugurado, é possível encontrar longos slims nada óbvios em tons finos como turquesa, marsala e verde cítrico.

“Quando crio, penso numa mulher independente, bem-informada, moderna e que gosta de se cuidar. Ela gosta de coisas boas, investe em si, mas sempre faz escolhas inteligentes”, diz.

Brunna Lettieri

A mais recente marca da cena é a Brunna Lettieri Atelier, da brasiliense Brunna Lettieri. A coleção tem DNA super jovem e suporte da arquiteta Dora Lettieri, tia da designer.

Cheia de personalidade, a estilista aprecia a “quarta peça do look”, tendência em que aposta para 2017, assim como os vestidos em veludo. “Sou fiel a usar sempre uma quarta peça, sendo ela uma scarf no pescoço ou um lenço amarrado no pulso para dar um toque a mais”, garante.

Além de trabalhar artesanalmente em cada vestido, usando muita sobreposição de tecidos e rendas, Brunna promete levar esse cuidado a toda experiência dada à cliente para tornar a compra ainda mais especial: “Entrego meus vestidos com um cartão escrito à mão e flores”.

Bruna e Luiza Resende

Felipe Menezes/MetrópolesFELIPE MENEZES/METRÓPOLES

Após seis anos de mercado, as primas Bruna e Luiza Resende, à frente da  boutique Setedezessete, decidiram criar uma coleção de vestidos pensados especialmente para as festas de verão. A linha surgiu após uma viagem à Grécia e o resultado é um mix fashion e fresco repleto de babados e tons marítimos, como branco, azul, menta, amarelo, coral e rosa bouganville.

Com decotes estratégicos, os vestidos valorizam a silhueta da mulher. “Produzimos modelos que carregam nossa essência jovem e feminina para as festas”, afirma Bruna.

Assim, basta eleger sua fashionista favorita e o estilo ideal para a sua ocasião especial!